O Autor

Veja também premiações do autor

Perfil do autor

Além de se dedicar cotidianamente ao que mais gosta – literatura –, Luiz Afonso roteiriza e dirige matérias para programas de TV, faz coordenação editorial e redige publicações e peças institucionais e promocionais e presta consultoria mercadológica e comunicacional a corporações. Na sequência de Bye Bye Babilônia, estão prontos para publicação um novo livro de contos, outro de poemas e a biografia de Gessy Gesse (apoio redacional), focada nos sete anos de convivência da atriz com o poeta Vinicius de Moraes. E, já iniciado, um novo romance de ficção.

Em 1995, venceu o Prêmio Nacional de Literatura Vasconcelos Maia, da Academia de Letras da Bahia, com o livro de contos Cavalo de Santo (lançado pela editora Relume Dumará – Rio, 1996). A partir daí, tomou gosto pelo desafio e levou para o campo profissional a expertise literária: em pouco mais de dez anos conquistou 19 premiações de comunicação e marketing.

Baiano com um pé no Recôncavo e o outro na Zona da Mata de Sergipe, o autor tem mestrado em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (2005), pós-gradução em Veille Scientifique et Technique pela Université Aix-Marseille III (França, 2000) e em Inteligência Competitiva pelo Instituto de Ciências da Informação da UFBA e Instituto Nacional de Tecnologia (1999), além de bacharelato em Administração Pública pela UFBA (1976).

Os hobbies de Lula, como gostam de chamá-lo os amigos: ler (de Bukowski aos clássicos, passando por Borges, Céline, Vonnegut, Guimarães Rosa e João Ubaldo), fotografar, editar seleções musicais (de rock a ópera, incluindo bossa, som do Recôncavo, jazz e blues), viagens na linha on the road, bares, oskas e mariscos em barraca de praia (tradição extinta em SSA por um prefeito obscuro), botecos, gente e lugares conhecidos e desconhecidos, emoções fortes e autênticas, sons e imagens da natureza ao vivo.


Premiações

Os cases de Luiz Afonso conquistaram 19 prêmios: em nível nacional, o Prêmio Eco 1997 da Câmara Americana de Comércio e o Prêmio LIF 2004 da Câmara de Comércio França-Brasil, além de três Marketing Best (2001, 1997 e 1994) e o Top Nacional de Turismo de 2008, da Fundação Getúlio Vargas/SP. Além destes, o Top Social Nordeste da ADVB-PE (2004) e dois Aberje Nordeste (1999). No plano local, dois Top Social da ADVB-BA (ambos em 2004), quatro Top de Marketing da ADVB-BA (dois em 2001, um 1997 e um em 1994) e um segundo lugar no Prêmio Idéias Inovadoras da Fundação Luis Eduardo Magalhães (2001).